Category: googledocs


O que tenho aprendido com o Twitter, não se paga com dinheiro, mas é de enorme valor.
O Twitter ajudou-me a conhecer imensas pessoas; a ser mais inovador; a partilhar e a cooperar com vários educadores nacionais.
Assim, lanço um desafio: vamos fazer a lista dos twitteiros da educação em Portugal a não perder.
Não nos interessa o tráfego, mas sim a qualidade, a pertinência, a ousadia e a invocação do que twittam.
Faz as tuas sugestões no aqui http://goo.gl/iaDeI.

A passagem do ensino tradicional para o ensino 2.0 implica o manejo de uma série de ferramentas que são imprescindíveis se nos queremos adaptar às novas tecnologias. Estas são as 6 ferramentas que todo o professor deve saber manejar para se converter em um autêntico professor 2.0:

  • Mail e Chats: para enviar e trocar informação e conteúdos;
  • Blogues: nele, o professor pode expor as suas ideias e contactar com pessoas com os nossos mesmos interesses. Podemos utilizá-lo como suporte educativo no qual os alunos realizem as suas próprias contribuições. WordPress, Blogger ou TypePad são as plataformas mais habituais de criação de um blogue;
  • Wikis: o conhecimento é um processo activo em constante construção. As wikis são espaços nos quais as pessoas deixam a sua impressão e contribuem com informações, num conjunto de conhecimentos. A Wikipedia é o melhor exemplo de aprendizagem colaborativo;
  • Redes sociais: Twitter, Facebook… As redes sociais são um grande instrumento de interatividade;
  • RSS e Agregadores: para estar informados do que nos interessa. Agregadores como Google Reader, Netvives ou Bloglines fornecem-nos a informação que precisemos;
  • Apresentações PowerPoint e Slideshare para compartilhar: as apresentações em PowerPoint permitem acrescentar texto e imagens aos programas. Através do Slideshare poderemos compartilhar essas apresentações e agregar outras que nos interessem;
  • Ferramentas para compartilhar documentos: Google Docs, Scribd ou Calameo permitir-te-ão compartilhar online todo o tipo de documentos. Mediante este sistema poderás modificar documentos sem ter que armazenar no teu computador.

Que deve possuir um bom professor 2.0? Continuar a ler

O professor é uma figura de conhecimento e a web2.0 é uma base enorme de conhecimento. A evolução da sociedade da informação torna imprescindível que estas duas fontes de informação se unam e participem conjuntamente na aprendizagem dos alunos. É aqui que entra o conceito do professor2.0, um docente que além de ensinar, guia o aluno no processo de aprendizagem e o ajuda a aproveitar das vantagens que oferecem as novas tecnologias.

Mas às vezes, os professores não estão o suficientemente informados dos recursos que oferece a web. Existem plataformas que oferecem cursos de formação em tecnologia para professores e centros que dispõem de programas especializados em web2.0 e novas tecnologias. A internet converteu-se em uma grande ferramenta de aprendizagem que inclusive oferece uma metodologia própria: o e-learning. Continuar a ler

Google o desconhecido!

O Google é executado através de mais de um milhão de servidores em data centers ao redor do mundo e processa mais de um bilhão solicitações de pesquisa e vinte petabytes de dados gerados por usuários todos os dias. O rápido crescimento do Google desde sua incorporação culminou em uma cadeia de outros produtos, aquisições e parcerias que vão além do núcleo inicial como motor de buscas. A empresa oferece softwares de produtividade online, como o software de e-mail Gmail, e ferramentas de redes sociais, incluindo o Orkut e, mais recentemente, o Google Buzz. Os produtos do Google se estendem à área de trabalho, com aplicativos como o navegador Google Chrome, o programa de organização de edição de fotografias Picasa e o aplicativo de mensagens instantâneas Google Talk. Notavelmente, o Google também lidera o desenvolvimento do sistema operacional móvel para smartphones Android, usado em celulares como o Nexus One e o Motorola Droid. O Alexa classifica o Google como o website mais visitado do mundo. O Google também foi classificado pela revista Fortune como o quarto melhor lugar do mundo para se trabalhar e como a marca mais poderosa no mundo pela BrandZ. A posição dominante no mercado dos serviços do Google levou a críticas da sociedade sobre assuntos como privacidade, direitos autorais e censura. Wikipédia

Serviços e Ferramentas do Google Continuar a ler