Livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive.

Padre António Vieira