“A fé é como um caminho que sobe a montanha; exige fadiga, atenção, estudo, paciência, coragem e atravessa toda a existência de uma pessoa. Percorrê-lo até ao fim é uma empresa que requer constância e opção de vida irrevogável.

A fé é sempre uma escolha livre e consciente que requer o empenhamento de uma vida inteira. Não se crê às prestações ou nos momentos de maior sofrimento; o caminho da fé é uma opção irrevogável que implica a entrega da própria vida nas mãos de um Deus que não se vê, mas que se percebe presente como último e definitivo portador de sentido. Não somos daqueles que consideram que a fé já abandonou as nossas terras e se mudou para outras paragens”.

Rino Fisichella in “A fé como resposta de sentido”, ed. Paulinas, 7-8.
Anúncios